Ano II

Junho - Julho 2001
Nº 8

Editorial
 
Reportagem de Capa: Império Islâmico: Uma unidade de Fé forjada numa diversidade de Culturas
Danilo José Figueiredo

"Para sua própria surpresa, ele conseguiu ler tudo o que estava escrito no pergaminho e, quando acordou, sentiu que um livro havia descido dos céus para seu coração. A este livro, Maomé chama Corão, ou Alcorão. 
À partir dessa noite, Maomé teve certeza de que era realmente o "escolhido" de Allah e que deveria pregar ao mundo. Retornou então a cãs, onde contou sua experiência a Khadidja, agora uma anciã de 55 anos. Ela, que poderia ter desdenhado do marido, ao contrário, tornou-se a primeira convertida ao Islã. Nascia uma nova fé."


 

A presença dos elementos naturais na construção de identidades, memória e História dos lugares: o caso da insularidade e sua abordagem pela literatura
Vilma Fonseca

"Antes de tudo, é necessário destacar que existe uma variada literatura a respeito das diversas ilhas que existem no mapa mundi e na mente das pessoas. Ou seja, a ilha nem sempre é um lugar no mapa mas, muitas vezes, um lugar na mente. Um lugar onde se imagina encontrar tesouros grandiosos, mulheres sensuais, homens viris, animais exóticos, fontes da juventude, aventuras sem fim ou a paz e o sossego que o ser humano deseja em seus momentos de angústia e cansaço."


 
Marquês de Sade: sua obra no contexto do Séc. XVIII Francês
Renato Pignatari Pereira

"Pensando no controverso caráter do marquês, é curiosa sua observação acerca dos massacres de setembro de 1792, porquanto ele poderia ter participado a fim de dar liberdade a seus desejos recônditos. Em vez disso, observou que o comportamento daqueles que propunham ser os líderes do povo, dizendo que o que realmente ocorria era uma fome desmesurada de poder, assim como um desejo de violência. Vista a experiência de Sade na revolução, não é de todo improvável que os horrores descritos em Juliette sejam baseados nas violências de setembro de 1792."


 
O Trabalho em Marx
Carlos Ignácio Pinto

"O desenvolvimento do trabalho criador aparece, assim, aos olhos de Marx, como uma condição necessária para que o homem seja cada vez mais livre, mais dono de si próprio. Contudo Marx verifica que em sua contemporâniedade, o trabalho assumiu características diferentes das anteriormente pensadas: homens que produzem os bens materiais, alguns indispensáveis a sua própria existência, porem, não se realizam como seres humanos na atividade deles."


 
História do Tempo Presente:
Terra Brasilis
Marco Antunes de Lima

"Quem pensa que agora estamos em uma democracia e não existe mais a repressão, infelizmente, está redondamente enganado. As manifestações reprimidas de forma violenta pela polícia militar em São Paulo, na Bahia e agora, recentemente, em Brasília nos mostram que a nossa tão querida democracia, a que todos esses políticos pregam que lutaram por ela, não passa de uma falsidade." 


 
Resenha:
Deus e o Estado
Gabriel Passetti

"Voltaire disse uma célebre frase: 'se Deus não  existisse, seria preciso inventá-lo". Bakunin, rebate-a: 'se Deus existisse, seria preciso aboli-lo', afinal, 'se Deus existe, o homem é escravo; ora, o homem pode, deve ser livre, portanto, Deus não existe" (p. 29). Voltaire, entretanto, não compreendeu que o Deus que ele buscava não era o dos idealistas, e sim o dos materialistas, ou seja, o Estado. Este novo deus foi criado, assim com o Outro, e sua forma mais moderna foi a sugerida por Russeau e aplicada fielmente por Robespierre."

Resenha:
Evolução Política do Brasil
Ynaê Lopes dos Santos

"Para finalizar a sua introdução, Caio Prado afirma que a Menoridade é a fase de ebulição no Brasil, onde há uma constante disputa de poder entre as classes, e que a política só irá se acalmar a partir da segunda década do segundo Império, onde acontece uma definição do caráter político."


 


Assine Klepsidra !

Envie seu nome e e-mail para nós, sendo assim informado toda vez que uma edição nova entrar no ar.
Clique aqui para se cadastrar.


Busca Rápida

Você está procurando algum assunto específico de história aqui na Klepsidra?
   Acesse nossa Busca por Palavras-Chave e tenha em mãos tudo o que escrevemos sobre este assunto.


Para enviar textos para Klepsidra

Envie seu texto para Klepsidra. Ele será lido, comentado e se possível, publicado. Deverá estar na seguinte configuração: arquivo .doc ou .rtf, folha tamanho A4, fonte Arial 12, espaçamento entre linhas simples em um máximo de 15 páginas.

Contacte-nos via e-mail.


visitas desde 22/04/2000
Site melhor visualizado com Netscape
e monitor em 800x600 pixels